Rafael Benevides bio photo

Rafael Benevides

In a serious relationship with Software Development

Email Twitter Facebook Google+ LinkedIn Instagram Github Last.fm Youtube

Hoje vou fazer um post muito especial mas que foje totalmente ao propósito deste Blog que é falar de tecnologia e desenvolvimento Java. Entretanto tem tudo haver com esta época e ainda mais: Desde a primeira vez que a ouvi até hoje; esta reflexão fortaleceu em meu “jeito lógico” de ser, a boa sensação de “Deus faz sentido!”. Compartilho com vocês tal reflexão. (Leiam ou ouçam)



Oh! Deus, a nós foi dado o direito de pensar, de agir, e de analisar todos os fatos que se passam em torno de nós.

A nós foram ensinadas fórmulas matemáticas, físicas e químicas que na verdade nos têm ajudado a chegar a conclusões lógicas, na solução de problemas concretos.

Apesar de todas as maravilhas que foram concedidas ao homem assim como: o pensar, o criar, a inspiração e tantas outras coisas, de repente nos deparamos com um obstáculo que nos parece irremediavelmente intransponível.

É neste exato momento que brota na gente um sentimento de perda, perda do sentido da vida, e do sentido até mesmo das coisas que embora, paradoxalmente, se tem até certeza. É nesse instante que vemos desabar diante dos nossos olhos todos os conceitos que até então nos pareciam perfeitos. O homem então, não suporta e toma a decisão de mergulhar no ponto mais profundo do seu eu, e aí ele encontra a si mesmo, e vê que tem um limite, e que toda a sua busca começa e termina nele mesmo. É também nessa hora, que ele tem o sentimento nítido de que é absolutamente único em seus conceitos do que é certo, errado, do que foi medido e concluído, e vem a dor! E nos toca profundamente, o fato de não termos nesses momentos tão carentes, a presença de um Pai Vivido , Experiente, Maduro, Amoroso e Amigo. Que imponha Suas Mãos sobre nossa cabeça num gesto de aprovação dos nossos atos.

Ora, se eu penso, analiso, tenho inteligência, sou até mesmo um universo em mim mesmo e, ainda assim me falta alguma coisa, então, tudo isso me dá a certeza de que para as ciências exatas existe um Deus exato, que me diz sim para as coisas lógicas. Mas, o homem não pára aí. Ele parte daí para a gloriosa sensação de que ele; não é um meio-homem, e sim, um ser inteiro, e que portanto, tem que ter um Deus Inteiro, que o complete perfeitamente.

Pai! Nessa hora eu me entrego em Tuas Mãos num reconhecimento pleno de que através do Seu Filho Jesus Cristo, que Se fez homem entre nós, e que passou por todas as experiências que um homem poderia passar. Eu posso constatar que desde o ínfimo átomo até o mais gigantesco qualquer lugar onde houver vida, todos os nossos questionamentos terminam onde começa, a Tua soberana presença.
Amém!

Por me identificar bastante com esta reflexão há bastante tempo (desde 1992), posso dizer que existe portanto uma longa história de 16 anos onde os fatos mais marcantes envolvem: Copiar a fita K7 de um amigo meu sem saber quem era o autor e nome da faixa; Anos depois perder a fita; Localizar a fita anos mais tarde totalmente desmagnetizada por imã; Publicar a letra em meus velhos sites pessoais na espectativa de alguém me informar onde conseguir uma nova cópia; Recuperar a fita k7 com grande perda de qualidade; Descobrir depois de muito tempo (obrigado Google) que o autor se chamava Ed Wilson, e que se trata da Faixa 11 – Reflexões de seu Album “Te Amo Tanto” de 1992; Procurar o Album em sebos online e nunca achar;

Há algum tempo estava pensando em postar a letra neste Blog, Até que finalmente hoje eu tive a certeza: Afinal de contas hoje consegui a cópia novamente. Não deixem de escutar!